A Câmara de Vereadores aprovou projeto de lei autorizando a Prefeitura a realizar leilão de bens inservíveis. A proposta teve abstenção dos vereadores Gerson Horn, Letícia Schmitt e Volnei Hochscheidt, todos da bancada do PP.

Os recursos provenientes do leilão devem, obrigatoriamente, serem aplicados na aquisição de equipamentos e material permanente, sendo intenção do governo investir parte do valor na aquisição de uma ambulância e um veículo de transporte de pessoal para os serviços da área da Saúde.

Na relação de bens estão equipamentos de informática; distribuidores de esterco líquido e calcário; roçadeira hidráulica; automóvel Santana; trator agrícola Valtra; veículo adaptado como ambulância; micro-ônibus Renault capacidade 16 pessoas; veículo máster minibus Renaut 16 pessoas; geradores de energia; entre outros equipamentos.